Home > Blog > Enem e Vestibulares > Como gerenciar o tempo na prova do Enem

Como gerenciar o tempo na prova do Enem

O Exame nacional do ensino médio (Enem) ocorre nos dias 17 e 24 de janeiro deste ano, e 31 de janeiro e 7 de fevereiro (prova digital). Para conseguir uma melhor nota nesta importante e concorrida prova, nós vamos te dar 9 dicas para seguir uma estratégia com foco em produtividade em relação ao tempo, e em função da TRI (Teoria de Resposta ao Item) para os dois dias da prova.

ampulheta

1. No dia da prova

O primeiro dia é o mais complicado devido à ansiedade, e o ideal é relaxar, apesar de ser difícil devido ao período nós temos algumas dicas:

  • 1.1 Se divirta no dia anterior.
  • 1.2 Passe um tempo com os amigos.
  • 1.3 Compre aquela barra de chocolate.
  • 1.4 Assista aquele filme.
  • 1.5 Medite ou faça exercícios físicos leves.
  • 1.6 Assistam vídeos de humor.
  • 1.7 Jogue videogame.
  • 1.8 Chá calmante.

Ou outra coisa que goste, enfim o importante é tentar aquecer da prova, e ficar mais tranquilo o possível.

2. Começar pela disciplina com mais domínio

Os primeiros minutos são os mais tensos, e o mais correto é começar com a parte que tens o maior conhecimento para ficar mais tranquilo, e abaixar a adrenalina, e de preferência começar pelas questões mais fáceis.

3. Ler o enunciado antes do texto

Antes de tudo o Enem é uma prova de resistência, o que exige ganhar tempo para investir em questões mais complicadas, a ideia aqui é evitar ler a questão antes do enunciado, pois ao ler o que a questão pede, fica mais entender no texto, especialmente em questões de ciências humanas e linguagens, essa última com textos as vezes bem grandes. Uma curiosidade são as questões em que aparecem dois textos, mas a pergunta só quer saber de uma.

4. Fazer escaneamento do texto

Após ler o enunciado, é o momento de ler o texto, e aqui fica o adendo para fazer o escaneamento completo do texto, onde você ler o título, subtítulos, imagens, início dos parágrafos, palavras destacadas, e as referências do conteúdo, a ideia é entender o que o texto aborda, e começar ler o texto com mais facilidade, justamente para evitar muitas releituras.

5. Fazer 15 questões de cada prova

O padrão ensinado na escola é fazer as questões do início, indo até o final seguindo a ordem do caderno, mas por qual motivo devemos fazer isso? Nenhum, devido ao fato de que cada área tem suas peculiaridades, é importante intercalar as áreas do conhecimento, para diminuir o cansaço mental.

6. Deixar as mais difíceis para o final

O Enem segue o TRI, logo não adianta acertar as questões mais difíceis, e errar as mais fáceis, então fica bem fácil de entender que o mais importante são as questões consideradas de nível fácil e mediano, e por isso elas devem ter prioridade.

Uma tática que usei na última prova antes de entrar na faculdade foi fazer as não difíceis, depois de terminar gabaritei as mesmas para descansar a cabeça, e fazer elas (mais complicadas) por último, pois mesmo que faltasse tempo, eu teria muito mais chances de sucesso, devido também ao fato de que quanto mais tempo fazendo a prova, maior era a probabilidade de errar, nesse caso uma mais difícil (ao longo do tempo o cansaço mental e a ansiedade atrapalham o raciocínio, por isso a importância das pausas).

7. Fazer pausa para fazer respiração e alongamento

Não deixe que a pressão do tempo da prova te atrapalhe, mais vale tirar um minuto quando estiver cansado, que erra várias questões pelo mesmo motivo. Aqui cabe técnicas de respiração e alongamento, o que ajudam muito ao longo da prova, principalmente devido a todo período que permanecemos sentados. Lembrando também de pedir para ir ao banheiro, pois além de andar e relaxar o corpo, pode evitar talvez uma dor nas coxas ou na coluna, e você pode lavar o rosto para animar.

8. Beber muita água

Sabe aquela dor de cabeça ao longo dos estudos ou da prova? Um dos grandes motivadores é a falta de água no organismo. Um estudo britânico publicado pelo O Globo demonstra que beber meio litro de água aumenta o tempo de reação das tarefas intelectuais em 14%, o que demonstra a importância da hidratação.

9. No dia da Redação

No dia da redação é muito importante que ela seja a primeira coisa que você dará atenção. Então vai começar ler, entender o tema, e retornar a prova, enquanto isso seu cérebro busca “respostas” para o tema da sua redação, além de se ater ao fato de que a prova pode te ajudar a ter bagagem cultural, além de apoiar na questão dos vocábulos.

Após realizar parte da prova (Exemplo: 10 ou 15 questões de cada área do conhecimento), faça o rascunho, se estiver sem ideias retorne a prova, faça mais algumas questões, e retorne ao rascunho novamente. Eu te disse na sexta dica que deixei as questões mais difíceis para o final, e fui gabaritando a prova para descansar, antes de fazer as mesmas, e nesse caso gabaritar pode servir para descansar em relação a redação e a prova, portanto quando chegar a hora de passar a redação a limpo, esse tempo pode servir para descansar antes de fazer as questões mais difíceis.

Resumo

Essas foram nove dicas que se seguidas corretamente vão te ajudar bastante nos dois dias da prova, trazendo produtividade em função tempo, facilidade para responder as questões, melhor resultado no TRI, e umas das coisas mais interessantes é que a cada tópico inserido na sua estratégia permite que você estará muito à frente de milhares de estudantes que não seguem um bom planejamento para a hora da prova.

Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avise para a gente | Email ou WhatsApp